WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





Janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



Popó abre coração, detona PDT e Neto e desabafa: “Aqui em Salvador nunca tive homenagem”

O ex-deputado e ex-pugilista Acelino Freitas, o Popó, abriu o coração em entrevista exclusiva ao BNews e revelou pela primeira vez mágoas e decepções com a política e com os políticos. O baiano voltou aos holofotes ao lançar nesta semana a pré-candidatura a Prefeitura de Salvador pelo PROS. O anúncio foi feito por meio das redes sociais.

Consagrado por ser tetracampeão mundial em duas categorias diferentes de boxe, Popó já tem um vasto currículo político. Ele foi eleito suplente de deputado federal na eleição de 2010 pelo PRB, agora Republicanos, e assumiu a cadeira em Brasília de 2011 a 2015. Essa será mais uma tentativa dele para se lançar em um cargo majoritário. Em 2018, tentou ser lançado como candidato ao Senado pelo PDT. A sigla, no entanto, acabou não o escolhendo e apoiando as candidaturas dos hoje senadores eleitos Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD).

Sem o apoio do PDT, restou a Popó disputar mais uma vez o cargo de deputado federal. Obteve apenas 2.264 votos na capital baiana e não se elegeu. Sobre a passagem pela agremiação, o ex-esportista não tem papas na língua: “Estive no PDT e foi a maior decepção que tive na minha vida, naquele partido. Nunca vi tanta gente mentirosa. Tanta gente, não. Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está. Acredito que nas próximas eleições ele não consiga mais, não [se reeleger]”, vocifera.

Ainda no papo, Popó responde as críticas de internautas que o atacaram desde que se lançou como pré-candidato a prefeito. O ex-pugilista alega que teve um mandato parlamentar com baixa visibilidade e faz uma crítica ferrenha ao prefeito ACM Neto (DEM). “O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe. Só para Salvador, para ACM Neto, foram quase R$ 7 milhões para esporte e lazer. Montei um projeto para Neto em 3D, as academias embaixo de viaduto, mandei verba para isso, mas infelizmente as prioridades de Neto eram outras”, afirma.

Ainda na entrevista, ele revela as estratégias de campanha e endossa o apoio do PROS ao presidente Jair Bolsonaro.

Leia a entrevista na íntegra:

BNews – Como foram essas conversas com o PROS? Ninguém sabia que você estava filiado ao partido… 

Popó – Estou entrando no Pros. Uldurico já é um amigo meu, sobretudo em função de alguns eventos beneficentes que fizemos juntos. O Felipe Manassés já conheço há algum tempo pelo trabalho que o pai dele [Manassés] vem fazendo. É a segunda vez que a gente se encontra nessa semana. Jantamos e almoçamos ontem e ele me fez o convite. A minha vida sempre foi de desafios. Quando a gente vai par ao Legislativo, como é o meu caso, a gente não tem tanta visibilidade no Executivo. E as pessoas ficam questionando e algumas até falam mal, porque não conhecem a história do Popó político.

BNews – Exato…

Popó – Não tenho ficha suja, não tive envolvimento com nada no meu mandato de deputado federal. Mas, pelo fato de ser famoso, as pessoas queriam ver o resultado do Popó. O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe. Só para Salvador, para ACM Neto, foram quase R$ 7 milhões para esporte e lazer. Montei um projeto para Neto em 3D, as academias embaixo de viaduto, mandei verba para isso, mas infelizmente as prioridades de Neto eram outras. Ele pegou essa verba e, em vez de pegar essas verbas e destinar para onde tínhamos começado, destinou para outros trabalhos dele = e nunca me chamou nem para inaugurar onde mandei quase R$ 7 milhões.

Fora os projetos de lei que apresentei, as comissões que fui presidente e vice. Lutei muito em várias coisas, no âmbito esportivo… Coisas que as pessoas não sabem, porque a mídia, quando você é político, não tem tanto interesse em mostrar. A mídia tem interesse, e você sabe disso, em mostrar o lado negativo – um com R$ 52 milhões dentro do prédio e outro com R$ 500 mil no meio da rua, o lado negativo da política que é mais mostrado do que as coisas boas que os políticos fazem.

“O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe”

Tenho potencial e um pouco experiência no lado social e cultural. Temos uma cultura muito grande em Salvador, que é o esporte. Salvador é a capital do boxe e não tem um Centro Olímpico, não tem nada. Você vê outros estados… Tem um busto meu de três metros em Santos, em um ginásio, mas aqui em Salvador nunca tive homenagem. E sempre divulguei nas minhas lutas em outros estados, que sou da Bahia. No auge da minha carreira fui patrocinado pelo Governo de Goiás. Nunca reclamei isso com a Bahia, com ninguém, nada disso. Sempre procurei fazer o meu trabalho e ajudar a minha família, ter meus trabalhos sociais. A Federação Baiana de Boxe não tinha espaço para fazer eventos de boxe, fazia dentro de um projeto social meu. Pagava tudo, dava luva para eles, tudo o que você puder imaginar. Deixava tudo pronto para eles fazerem o trabalho. A Prefeitura nunca ajudou.

Acho que [a pré-candidatura] é uma forma de a gente agregar, ajudar. Vamos fazer uma zoada boa. A gente sempre entra para ganhar, mas nunca se sabe. Até porque já tem político que está na base do governo, da prefeitura e tudo. E a gente não sabe contra o que vamos lutar. Vamos apresentar nossos projetos e que as pessoas possam acreditar e saber um pouco quem foi Popó na política. Vi alguns comentários na matéria que saiu do BNews e as pessoas não sabem [o que eu fiz]. Eu não julgo. As pessoas criticam o que não sabem. Nem julgo. Apresentei mais de 70 projetos de lei. Agora, o problema não é apresentar. O problema é ser votado. Apresentar a gente apresenta, com bom ânimo e bom gosto. São 513 deputados com cabeças diferentes.

BNews – Você atribui a sua não reeleição a não visibilidade que a classe política deu ao seu mandato?Você acha que foi boicotado? É isso?

Popó – Não digo que fui boicotado. Acho que o partido me aproveitou mal. Na época estava no PRB. Estive no… no… fiquei tão chateado que esqueci o nome do partido.

BNews – No PDT…

Popó – No PDT! Estive no PDT e foi a maior decepção que tive na minha vida naquele partido. Nunca vi tanta gente mentirosa. Tanta gente, não. Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está. Acredito que nas próximas eleições ele não consiga mais, não [se reeleger]. O povo cansou de político mentiroso nesse país. O cara, como presidente do partido, me prometeu um suporte do partido para que eu pudesse fazer uma campanha boa. Não tive suporte do partido. E aí diminuiu os votos, porque as pessoas querem ver resultados, querem ver o político na rua, os projetos e tudo mais. Nem isso a gente tinha. A gente vai aprendendo, infelizmente. Não queria nem mais política por isso. Mas, como se trata de [uma pré-candidatura ao] Executivo, acho que sou mais de executar do que legislar.

“Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está”.

BNews – Bruno Reis foi lançado pelo grupo de ACM Neto como pré-candidato oficial. Qual seria a sua estratégia para tentar barrá-lo? Ele tem a máquina de governo na mão…

Popó –  Rapaz, acho que Neto fez um trabalho muito bom. Ele [Bruno] deve seguir o que Neto fez. Algumas coisas não agradaram a população baiana. Acho que ele vai usar o mesmo discurso de Neto, pelo fato de ser sucessor. Trabalhar em cima de coisas boas que Neto fez e tentar consertar coisas que não foram feitas e deixou a desejar. Não tenho muito o que falar de Bruno Reis. Ele tem a máquina na mão, como você falou. Vai ser muito mais fácil para ele. Mas acho que Bruno Reis começou a conhecer a cidade agora. Eu já conheço Salvador de ponta a ponta. Se você me colocar em um carro, não preciso de GPS, vou para qualquer lugar. Conheço um pouco da dificuldade. Dormi no chão até os meus 26 anos. Quero somar, ajudar. Estou aí para somar em Salvador.

BNews – Vi também nas redes sociais que Felipe Manassés está envolvido na campanha. O pai dele também lançou uma pré-candidatura pelo PSD. Como ficou isso?

Popó – São partidos diferentes. Manassés é de outro partido e eu estou no PROS. Felipe é do PROS. Ele aí entra com a coerência partidária e profissionalismo do que o lado pai e filho. Felipe é muito inteligente. Vamos trabalhar juntos.

BNews – O PROS hoje é totalmente independente ou tem algum tipo de inclinação, seja para prefeitura ou governo? O PDT era aliado de Rui Costa…

Popó – Ainda não sabe. É independente, entendeu? Estão soltos. Foi o que Uldurico me falou. Não tem um rabo preso com ninguém, nem com governo ou prefeitura. A gente sai sem ninguém poder dar pitaco sobre o que pode ou o que não pode. Se vai ou se não vai. Nada disso.

“Bruno Reis começou a conhecer a cidade agora. Eu já conheço Salvador de ponta a ponta”

BNews – Já há algum diálogo sobre a vice da sua chapa?

Popó –   A gente está escolhendo aí uma vice, uma mulher, guerreira, que lute muito pelo social. Estamos ainda escolhendo. Ainda não temos nome definido.

BNews – Já tem alguma conversa sobre coligação?
Popó –
 Ainda não, porque [o convite] foi esses dias, né? Lançamos há dois ou três dias…

BNews – E na esfera nacional, em relação ao governo Bolsonaro, como você vai se posicionar?

Popó – Sei que o nosso partido é ligado a Bolsonaro e o presidente está fazendo um trabalho muito bom. Então, vamos caminhar juntos. Mas ainda não decidimos nada. Não fizemos ainda a convenção, que ainda vai ter. Vamos ter o lançamento da nossa candidatura. Faremos tudo no tempo certo.

BNews – Na última eleição você foi candidato ao Senado e acabou não acontecendo…

Popó –  Na verdade, era o que eu queria. Mas o Félix, como te falei, é a pessoa que é, voltou atrás por um acordo. Tinha uma secretaria no Estado.

BNews – Isso, caso a sua pré-candidatura não vire uma candidatura, existe a possibilidade de você sair como candidato a vereador?  

Popó – Não, não, não. Nenhuma. Continuo. Se a gente começou esse projeto, vou até o final. Se não for vontade do partido ir até o final… Vou manter até o final. Só não mantive até o final em eleições passadas porque o partido não honrou em nada o que prometeu para mim.

BNews – Antes de terminar, queria que você deixasse uma mensagem. O ano de 2019 foi bastante conturbado na política. O que você espera de 2020? Vai ser uma eleição conturbada também?

Popó – Não. Quero mostrar transparência. O pessoal me conhece, sabe de onde vim e quem sou. Sempre fui transparente nas minhas lutas e posições, na forma que eu ando e falo. Acho que a transparência é a essência de tudo.

Brasil inaugura nova base científica na Antártica nesta terça-feira

A nova estação brasileira na Antártica será inaugurada nesta terça-feira (14), em uma cerimônia que tem início previsto para as 17h (horário de Brasília). O complexo de mais de 4,5 mil m² será entregue quase oito anos depois do incêndio que destruiu a base anterior. Pesquisadores brasileiros estão há mais de três décadas no continente.

O vice-presidente Hamilton Mourão embarcou nesta segunda-feira (13) com destino à Antártica, onde será o principal representante do governo brasileiro na reinauguração. A base fica na Ilha do Rei George.

Projeto foi pensado para gerar pouco impacto ambiental

A Estação Antártica Comandante Ferraz recebeu um investimento de US$ 99,6 milhões (cerca de R$ 400 milhões), e vai conseguir acomodar até 64 profissionais do Programa Antártico Brasileiro (Proantar). Um dos destaques do novo prédio é que ele tem diversas iniciativas sustentáveis.

O arquiteto João Gabriel Rosa, do Estúdio 41, um dos responsáveis pelo projeto da estação, contou que o prédio foi pensado desde a construção para ter o mínimo de impacto ambiental possível.

“A questão da sustentabilidade está muito ligada com a responsabilidade de não intervir naquele espaço. Pensamos em diminuir o impacto da construção e da logística”, explicou ele.

Toda a estrutura usada na construção é desmontável e reciclável. Além disso, Rosa explica que todos os módulos foram feitos em contêineres fáceis de serem transportados por qualquer navio. Além disso, os acabamentos e parte da montagem da estrutura foram feitos fora da Antártica, o que diminuiu o impacto por transporte, otimizando a logística.

A questão energética também foi pensada no projeto para ser menos dependente de energias não renováveis.

Por isso, foram instalados painéis fotovoltaicos e geradores eólicos que produzem cerca de 30% da energia consumida na estação.

“Nos edifícios há eficiência energética para garantir o conforto de quem estiver lá. As paredes possuem um painel de 22 centímetros que exige menos energia para manter o local aquecido”, explica Rosa.

O projeto arquitetônico também pensou a captação da água, o tratamento de esgoto e a questão do lixo produzido pela estação.

O arquiteto João Rosa diz que a captação da água é feita em duas lagoas próximas à estação. Tanto o tratamento da água de consumo quanto o do esgoto foram planejados para gerar o menor impacto ambiental possível.

Construção mais segura

Construído em um local inóspito, o continente antártico, o complexo consegue suportar temperaturas negativas, nevascas e ventos de até 200 km por hora. A estrutura ainda tem sistemas de detecção, alarme e combate a incêndios.

Os preparativos para reconstruir a estação tiveram início ainda em 2012, com a retirada dos escombros da antiga base. Depois disso, a Marinha lançou um edital para a obra do novo complexo, que não recebeu nenhuma proposta até 2014.

Uma nova licitação foi aberta em 2015, e a empresa chinesa Ceiec foi escolhida para realizar as obras.

Como só é possível trabalhar na Ilha Rei George durante o verão antártico, que vai de outubro a março, a empresa executou a obra em diferentes etapas. Parte da estação foi preparada na China, em módulos que só foram levados e montados após o fim do inverno.

Dividida em 3 módulos

O prédio principal da nova estação brasileira é dividido em três grandes blocos, o Leste, o Oeste e o Técnico. Neles, se encontram a maior parte dos laboratórios, os dormitórios e os serviços básicos da estação, divididos desta forma:

Bloco Leste: é o bloco das pesquisas, de convivência e serviços. É onde se concentram os laboratórios. Dos 17 no total, 14 estão lá. Os outros 3 ficam em módulos separados. Além disso, é onde ficam os refeitórios, a cozinha, a ala de saúde, a sala de secagem e as oficinas.

Bloco Oeste: é uma área privada da base, onde moram os pesquisadores, além de concentrar as áreas de convívio. Há 32 quartos, uma biblioteca, uma academia e auditório. Nas partes mais baixas deste bloco estão os depósitos de mantimento e reservatórios de água.

Bloco Técnico: é onde fica o controle da rede elétrica, sanitária e de automação da estação. Também é onde está a garagem. Além disso, há uma estação de tratamento de água e esgoto, casa de máquinas, geradores, e sistemas de aquecimento, bem como um incinerador de lixo.

Ilhéus: PM recupera 2 carros roubados; um deles de motorista por aplicativo

Uma guarnição operacional do PETO 70 pertencente a 70ª CIPM recuperou dois carros roubados que estavam às margens da rodovia Ilhéus/Itacaré, no final da tarde desta sexta-feira.

A PM recuperou um Fiesta Sedan, cor prata, placa policial NZS-1G18, com licença de Vitória de Conquista e um Fiat Siena, cor bege, placa policial OZN-4356, com licença de Ilhéus, este último inclusive, pertencente a um motorista de aplicativo 99Pop, que após aceitar uma corrida no início da tarde desta sexta-feira (10), teve o carro roubado no Joia do Atlântico.

Os carros foram apresentados no plantão da 7ª Coorpin para registro de boletim de ocorrência e, posteriormente, serem devolvidos aos respectivos proprietários.

32 pessoas foram assassinadas na primeira semana do ano em Salvador e RMS

Duplo homicídio, feminicídio e tardes agitadas com múltiplos homicídios marcaram as ocorrências policiais de Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS), na primeira semana do ano, que compreende do último domingo (05) e sexta-feira (10). Ao todo, 32 pessoas foram assassinadas neste período.

O dia mais violento foi o domingo, com 11 óbitos, desses, apenas 23% foram na capital baiana. No quadro geral, no entanto, foi em Salvador que ocorreu a maior parte dos crimes (56%). Em relação as tentativas contra a vida, nesse período dois homens sofreram com esse tipo de crime na cidade.

Entre os casos de grande repercussão está o feminicídio no bairro da Boca do Rio, em Salvador. Rafaela Lima Souza, 22 anos, foi ferida a golpes de faca, informações preliminares dão conta que o autor do ataque foi o próprio companheiro da vítima. A relação, conforme relatos da vizinhança, era conturbada.

Na RMS, dois irmãos foram executados dentro da própria residência. Segundo informações da polícia, quatro homens armados invadiram a casa onde moravam as vítimas e dispararam contra elas. Ainda de acordo com o órgão, eles tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Um menor e dois homens tiveram os corpos abandonados em via pública no Subúrbio Ferroviário. O primeiro foi no Parque São Bartolomeu, a vítima foi sequestrada no último domingo (5), no bairro do Lobato e seu corpo foi encontrado dois dias depois no Parque. Além disso, o jovem foi apreendido no ano de 2019 suspeito de ter praticado assaltos.

Em Paripe, em baixo do viaduto, dois homens sem identificação foram encontrados com vários disparos e com traumas faciais graves.

No interior da Bahia, um crime chocou a população, um garoto de 14 anos é suspeito de matar uma criança de 12 anos no município de Entre Rios (BA). Conforme apuração da polícia, o tiro de espingarda foi acidental. Os envolvidos eram primos e a arma do crime pertencia ao tio deles.

Os crimes serão investigados pela Polícia Civil.

PARABÉNS: PRINCIPAL NOME DA MUDANÇA POLÍTICA DE ILHÉUS FAZ ANIVERSÁRIO HOJE!!!

Hoje é o aniversário de um dos principais nomes da mudança política de Ilhéus. O professor Reinaldo Soares, comemora mais um ano de vida com a simplicidade de quem conhece e sabe que a educação transforma. Com a perspicácia de quem sabe como gerir uma cidade, ele  usa da sua sabedoria para transitar pelas ruas de Ilhéus e minar seu conhecimento para aqueles que de fato querem mudança.

A data de hoje não será apenas mais um aniversário, 2020 reserva avalanches de conquistas onde ele será o protagonista. Na liderança do PTB14, o PROFESSOR vem sendo desafiado carregar a missão de concorrer uma eleição  não apenas para ocupar um cargo, mas para mostrar a nossa cidade que política se faz com seriedade, consciência, competência, sabedoria e profissionalismo. O professor Reinaldo Soares carrega o desafio de mudar o vicio político da nossa cidade que vem há anos mantendo o poder nas mãos dos mesmos grupos políticos que usam das necessidades do povo para beneficio próprio.

Ao longo da minha vida pública, de vereadora mirim em Salvador a jornalista profissional por toda Bahia, garimpei a política para encontrar aqueles com quem eu pudesse caminhar, não apenas nos bastidores- enaltecendo a imagem na mídia-  mas também na linha de frente, construindo junto com ele o modelo político e de gestão pública que os anos de trabalho me deram a capacidade de saber como se faz. Professor Reinaldo é este nome, que lidera o PTB14 com os princípios políticos que eu acredito. Desejar feliz aniversário para ele em 2020, é desejar força para enfrentar o grande desafio da sua vida, o de ser Prefeito de Ilhéus em 2021. Parabéns Professor, que Deus lhe conceda força e sabedoria para caminhar forte por todo este ano. Ilhéus precisa do Novo, e o Novo de verdade  é você!

Caliana Mesquita, Jornalista RádioZap Circo Brasileiro, Presidente do PTB14 Mulher de Ilhéus.

NOVOS CONSELHEIROS TUTELARES DE ILHÉUS. CONHEÇA OS NOMES E FISCALIZEM SEU TRABALHO!

O domingo (06),  registrou a escolha de mais de 30 mil novos conselheiros tutelares, eleitos pelo voto popular, nas 5956 cidades brasileiras. Em Ilhéus/Ba, foram eleitos 15 novos conselheiros, que compuseram as 3 zonas da cidade, norte, sul e centro-oeste. A votação se concentrou em três escolas municipais no centro de Ilhéus. Heitor Dias, Perpétua Marques e IME.

Confira a lista dos eleitos:

Zona Norte.

1. Mônica Ribeiro Oliveira Campos. 322 votos.

2. Paula dos Santos Meira. 271 votos.

3. Leangela Santos Rocha. 267 votos.

4. Leonor Fernandes Lima Santos. 248 votos.

5. Aparecida da Silva Nascimento. 237 votos.

Zona Sul.

1. Edileuza Cardoso Silva. 515 votos.

2. Ana Luiza Silva Ferreira. 361 votos.

3. Irismara Evangelista Santos. 306 votos.

4. Sheila dos Santos Carvalho. 197 votos.

5. Viviane Farias dos Santos Behrmann. 191 votos.

Zona Centro-Oeste.

1. Sérgio Luiz Santos da Silva. 432 votos.

2. Maria da Glória Araújo Santos. 358 votos.

3. Nelito José de Santana Júnior. 355 votos.

4. Miscilene Nunes dos Santos. 325 votos.

5. Alex Santana de Oliveira. 257 votos.

 

Fazer parte do Conselho Tutelar significa ser responsável por uma série de tarefas. Entre elas, atender as crianças e adolescentes nas hipóteses de descumprimento de proteção previstas em seu estatuto, aplicando algumas medidas. Atender e aconselhar pais ou responsáveis. Além disso, também é sua função promover a execução de suas decisões, usando para tanto, requisitos de serviços públicos nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança, ou representação junto à autoridade judiciária nos casos de descumprimento injustificado de suas deliberações, são atribuições do Conselho Tutelar.

Tais como: encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança e do adolescente; encaminhar à autoridade judiciária os casos de sua competência; providenciar a medida estabelecida pela autoridade judiciária, dentre as previstas no art. 101, de I a VI, para o adolescente autor do ato infracional; expedir notificações;  requisitar certidões de nascimento e de óbito de criança ou adolescente quando necessário;  assessorar o Poder Executivo local na elaboração da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança e do adolescente; representar, em nome da pessoa e da família, contra a violação dos direitos previstos no art. 220, §3º, inciso II, da Constituição Federal; representar ao Ministério Público, para efeito das ações de perda ou suspensão do pátrio poder.

O que é e o que não é competência do Conselho Tutelar?

A competência do Conselho tutelar para prestação de serviços à comunidade tem seu limite funcional, sendo esse o conjunto de atribuições definidas no ECA, e seu limite territorial, definido pelo local onde ele pode atuar. Algumas pessoas podem confundir, mas a busca e apreensão de Crianças, Adolescentes ou pertences dos mesmos, não são de função do Conselho tutelar, quem faz isso é o oficial de Justiça, por ordem judicial, assim como a autorização para o menor viajar, é de responsabilidade do Comissário da Infância e Juventude. E por fim, o Conselho não dá autorização de guarda (quem faz isso é o juiz, através de um advogado que entrará com uma petição para a regularização da guarda ou modificação da mesma). A principal função do Conselho tutelar é a proteção e garantia dos direitos dos menores segundo o seu Estatuto.

O papel do Conselho Tutelar começa a agir sempre que os direitos de crianças e adolescentes forem ameaçados ou violados pela sociedade, Estado, pais, responsável, ou em razão de sua própria conduta. Em grande parte dos casos, a ação ocorre através de uma denúncia. Essa prática age em beneficio ao menor que está sofrendo e acelera o processo de aconselhamento do mesmo ou dos pais. Ao órgão são encaminhados os problemas de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, ao receber uma denuncia, passa a acompanhar o caso para melhor resolver o problema. A denúncia é anônima e pode ser feita pelo telefone dos conselhos da cidade.

BRASÃO DE ILHÉUS A COLOCA NO STATUS DE VILA, DE ACORDO COM A REGRA DA HERÁLDICA AUTÁRQUICA PORTUGUESA

Desde que o ex prefeito Pedro Catalão, decretou em 4 de junho de 1954, o brasão simbolo de Ilhéus, a cidade passou a registrar um erro em sua simbologia. O decreto de nº 034, especificava 4 (quatro) torres no topo de uma coroa, quando o correto seria 5 (cinco), já que desde 1881 Ilhéus já havia sido eleva a categoria de cidade. Mas as 4 (quatro) torres mantinha Ilhéus como Vila, e assim permanece até os dias de hoje.

Em 2016 a Câmara de Vereadores de Ilhéus, por meio do vereador Jamil Ocké,  decidiu trazer este assunto a tona. Em 2017 protocolou o requerimento de nº 046/2017 solicitando a inclusão da quinta torre.

“Ilhéus é uma cidade turística e cultural, portanto temos como obrigação estar em coerência histórica com as nossas representações. O símbolo de uma cidade é a identificação de sua história, lamentavelmente temos 136 anos de cidade mas ainda possuímos uma identidade simbólica de Vila, precisamos reparar urgentemente este equivoco”,informou Jamil Ocké em seu pronunciamento em plenária, na época, se referindo a heráldica autárquica portuguesa, a qual Ilhéus esta inserida.

A heráldica representa um conjunto de tradições e regras especificas ás quais as freguesias, municípios e regiões administrativas de Portugal devem obedecer, em seus brasões, bandeiras e selos.

Desde 4 de abril de 1930 a Direção Geral da Administração Pública obriga as comissões administrativas das Câmaras Municipais a legalizarem os brasões segundo o parecer compulsório da Secção Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses.

Segundo as regras da heráldica portuguesa os brasões, das freguesias urbanas ou povoações simples devem ser  representados por uma coroa mural de três torres, as vilas, de quatro torres, e as cidades, de cinco torres, coroa e torres de prata, com exceção  a capital portuguesa Lisboa, cujas coroa e torres se distinguem de ouro.

O requerimento, embora aprovado, não foi executado pelo prefeito de Ilhéus. Um ato que ainda caracteriza a cidade de Ilhéus como uma Vila…. 

por Caliana Mesquita

ITABUNA SEDIARÁ O 1º FORUM DA BAHIA DIRECIONADO PARA MULHERES EMPREENDEDORAS

 


DEPUTADA FEDERAL, ALICE PORTUGAL, SE SOLIDARIZA COM TRABALHADORES DA CEPLAC

A deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) se manifestou na Câmara dos Deputados contra a decisão da Secretaria de Inovação e Tecnologia, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), de determinar a disponibilização de todos os auditores e técnicos agropecuários da CEPLAC – Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira para a Secretaria de Defesa Agropecuária do ministério. Isso significa que os funcionários deixarão de atender a CEPLAC e poderão ser remanejados para qualquer estado brasileiro.

“Em sua marcha para destruir todos os setores da pesquisa e da ciência no Brasil, o governo Bolsonaro decidiu agora atacar a CEPLAC, uma instituição de alta relevância e necessária ao desenvolvimento da Cacauicultura no Brasil e no mundo. Esta nova medida gera um grande vazio funcional que levará a extinção da instituição. Não vamos permitir esta decisão absurda”, destaca Alice.

A parlamentar reitera que irá tomar todas as medidas necessárias, oficiando o MAPA, solicitando a revogação imediata do “Despacho Processo nº 21000.065189/2019-74”, além de apresentar requerimento de realização de audiência pública para que esta situação da Ceplac seja discutida de forma ampla na Câmara dos Deputados.

SEM CONSULTA POPULAR, SEM OUVIR A SEGURANÇA PÚBLICA DA LOCALIDADE, ILHÉUS DESAPROPRIA ÁREA PARA UM NOVO PRESÍDIO!

O BOM DIA INTELIGENTES SOCIAIS, desta quinta feira (26) fala do decreto de desapropriação para construção de um novo presídio em Ilhéus. Assista, comente, compartilhe.

AOS INTELIGENTES SOCIAIS🤡🇧🇷

 

 

blog do marcelo


  • Função: Estagiário
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Reviver Cemitério Parque
Candidatar

  • Função: Cliente Oculto
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$50
  • Empresa: Customer In Love
Candidatar

  • Função: Aprendiz
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Representante Comercial
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1045
  • Empresa: Microsite Agência Digital
Candidatar

  • Função: Técnico de Rede de Telecomunicações
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Henet
Candidatar

  • Função: Supervisor de RH
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$5500
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Promotor
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Candidatar

  • Função: Enfermeiro
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$3500
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Supervisor Comercial
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$3500
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia