WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘Noticia’

TCM REJEITA CONTAS DE PREFEITOS MAS É A CÂMARA QUE DEFINE O FUTURO DO EXECUTIVO, E VOCÊ O DA CIDADE!

Como será feito o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador informal brasileiro?

 

A Caixa Econômica Federal disponibilizou nesta terça-feira (7) o site e o aplicativo por meio do qual informais, autônomos, desempregados e MEIs já podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600.

O aplicativo deve ser usado pelos trabalhadores que forem Microempreendedores Individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo. O pagamento será feito automaticamente.

Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, apenas para as pessoas que não tenham acesso à internet, será possível também fazer o registro em agências da Caixa ou lotéricas. O cadastro presencial será uma exceção, apenas em último caso.

A Caixa também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial. Não será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas. Na manhã desta terça, o G1 tentou contato, mas o sistema estava indisponível.

 O benefício será pago a trabalhadores informais, autônomos e MEIs.

Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo:

  • ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
  • estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
  • cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
  • ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.

 

PROFESSOR EMENSON SILVA DOA POR 3 MESES O ESPAÇO DO SEU PROJETO PARA FUNCIONAMENTO DA ESCOLA MUNICIPAL HEITOR DIAS

Os mais de 650 alunos matriculados no Colégio Municipal Heitor Dias, situado na Av. Canavieiras, no Centro de Ilhéus, terão novo espaço para estudar, neste inicio de atividades escolares. A atual sede do Curso Gabaritando, projeto do Professor Emenson Silva , que fica na Rua Tobias Barreto, em frente à Praça do Cacau, no bairro Cidade Nova, acolherá pelo período de 90 dias os alunos do turno da manhã e da tarde, enquanto as obras na sede oficial do colégio ficam prontas.  

Segundo o Professor, a prioridade é manter os alunos com a garantia do seu direito de estudar, em uma localidade próxima a sede oficial sem maiores transtornos aos mesmos. “ A educação é dever do estado e toda sociedade tem responsabilidade com a mesma”, disse  Emenson, explicando que a decisão de doar o espaço  segue por um termo de parceria, para que a prefeitura possa utilizar pelo período proposto as 6 salas do imóvel.  

A atitude nobre do Professor Emenson busca resolver o problema dos alunos da instituição. Para a diretora do Colégio Heitor Dias, o espaço do Curso Gabaritando, foi o ideal devido a questão de custo/benefício. 

“A escolha pelo Gabaritando, foi por não termos encontrado nenhum outro espaço que nos comportasse e pela emergência do início das aulas, visto que está sendo cedido e não locado. Caso fosse locado a burocracia não nos permitia iniciar o ano letivo em mais de 1 mês”, disse a diretora.  

Mas a sociedade ilheense, embora reconheça a ação individual de doação do espaço para o início das atividades, mantem a sensação de incomodo com a pratica da gestão pública, quando o quesito é planejamento. 

A ausência de planejamento do governo municipal é observada em diversos pontos da administração pública de Ilhéus. Embutir obras para gerar impacto visual no último ano de gestão, tem sido um modelo adotado pelo governo e o problema é que não há sequer coerência com a logística do sistema.  

A homologação da licitação das obras nas escolas Heitor Dias, Paulo Freire, Perpétua Marques e Santo Antônio, foram publicadas no Diário Oficial, apenas em 30 de janeiro, deixando o inicio da reforma para o inicio das atividades escolares. Tanto tempo para se fiscalizar a necessidade de reforma, tanto tempo para se planejar o processo licitatório, tanto tempo para se entender a necessidade de reforma, porque somente em ano eleitoral que as ações deste governo se fazem reais 

Para os cidadãos ilheenses, que sabem como funciona a maquina pública, que compreendem as burocracias dos processos licitatórios a cobrança com a competência e responsabilidade do atual governo é ainda maior, visto que deixar para realizar obras de interesse social para períodos de pico,  como o que ocorre com o setor da educação, põe em xeque a credibilidade e a competência da administração pública da cidade. 

por Caliana Mesquita

 

JORNALISTA CALIANA MESQUITA E PROFESSOR EMERSON SILVA NA BANCADA DA RÁDIO BAIANA DE ILHÉUS AM 1310

A jornalista, Caliana Mesquita, estará por 10 dias, a partir desta segunda feira (17), das 7 as 9h,  na bancada da Rádio BAIANA DE ILHÉUS, AM 1310, no comando do programa Frente a Frente com a Verdade, originalmente comandado pela radialista Jaqueline Mendes ( que esta em repouso por problemas de saúde) e pelo Professor Emerson Silva, que segue na programação assumindo os comentários sobre os diversos assuntos abordados que terão a política nacional, estadual e ilheense como principal eixo de interação da programação.

Caliana Mesquita, jornalista formada há 10 anos, já atuou na Rádio Nacional em Itabuna, no comando do programa de variedades Elas e Ele, além da Rádio Difusona, no Ponto 4, programa de cunho politico e policial. Em Ilhéus a jornalista, marcou sua voz na  Rádio Conquista FM, dividindo a bancada com o conceituado radialista Carlos Santiago, que comandava o programa Papo da Tarde, onde além de tecer comentários políticos também conduzia o quadro A Bela da Tarde, programação com o engajamento feminino e finalidade de empoderamento das mulheres.

Agora em uma nova temporada, Caliana Mesquita, ampliará sua grade de comunicação, na Rádio BAHIANA,  já que a mesma já mantem um contato direto com seus ouvintes e seguidores pelo seu próprio canal no you tube RÁDIOZAP CIRCO BRASILEIRO,  cuja programação é chefiada pelo programa BOM DIA INTELIGENTES SOCIAIS, onde a profissional da comunicação tece crônicas sobre o cenário político nacional, estadual e local, com  independência, seriedade e ética que a faz ter como seu principal slogan a expressão “Sempre os Olhos, Ouvidos e a Boca da Sociedade”,  porque para ela ser jornalista é ser cidadão.

 

URGENTE: POSTE QUEBRADO NA VILA PARAÍSO DO ATLÂNTICO PODE GERAR ACIDENTE NA COMUNIDADE!

 
Após a colisão de um caminhão de uma empresa fornecedora de bebidas , no final da tarde desta sexta feira (17), com um poste de energia elétrica, localizado na rua principal da Vila Paraíso do Atlântico, km 15, da rodovia Ilhéus Itacaré, moradores registraram ocorrência na central de atendimento telefônico da COELBA, empresa fornecedora de energia elétrica do estado da Bahia,  para verificar a situação do poste, o qual se encontra quebrado sendo sustentado apenas pelas ferragens. Segundo moradores já foram registrados três protocolos e nenhuma providência foi tomada.

A rua principal é local de alta circulação de veículos e pedestres, além da vila, neste período do ano, ser local de extenso fluxo de visitantes, o que agrava a preocupação dos moradores, visto que a empresa, até o momento, não sinalizou quando irá concertar a estrutura.

Lembramos à empresa COELBA  que após a informação registrada por meio da ocorrência firmada pelo numero nº 59910 (um dos registros efetuados pelos moradores)  qualquer dano causado a comunidade ou a vida de cidadão residentes e/ou visitantes será de responsabilidade da mesma.

por Caliana Mesquita

RÁDIOZAP CIRCO BRASILEIRO SEMPRE OS OLHOS, OUVIDOS E A BOCA DA SOCIEDADE

 

 

“VAGAS TEM, O QUE FALTA É QUALIFICAÇÃO” DIZ PROFESSOR REINALDO SOARES

O Professor Reinaldo Soares, diretor do IBEC, falou hoje no O Tabuleiro- Ilhéus FM 105.9- sobre uma seleção que acontecerá amanhã (14) no instituto para eletricista  de rede de distribuição com especializações e certificados em NR 10 SEP,  NR35 e Rede de distribuição. Os interessados devem ir até o escritório do IBEC, em Ilhéus na Rua Maria Quitéria, a partir das 14 h.

Em bate papo com o comunicador Vila Nova, Reinaldo chamou atenção para as vagas no mercado no setor de eletricidade. “ A Coelba deverá trocar milhares de postes na Bahia e para isso os eletricistas tem que ter especializações na área que só são oferecidas por escolas especializadas “, pontua ele. O docente ressalta que os salários podem chegar até R$ 5.000,00.

Segundo Reinaldo, em Ilhéus, não há grande interesse da população por cursos da área e muita gente já perdeu oportunidade de emprego. “ Em Valença as turmas sempre estão fechadas, aqui em Ilhéus já deixamos de trazer cursos importantes. A População não prioriza a qualificação”, disse ele. Para ouvir na integra a entrevista com o professor Reinaldo, clique abaixo.

 

Popó abre coração, detona PDT e Neto e desabafa: “Aqui em Salvador nunca tive homenagem”

O ex-deputado e ex-pugilista Acelino Freitas, o Popó, abriu o coração em entrevista exclusiva ao BNews e revelou pela primeira vez mágoas e decepções com a política e com os políticos. O baiano voltou aos holofotes ao lançar nesta semana a pré-candidatura a Prefeitura de Salvador pelo PROS. O anúncio foi feito por meio das redes sociais.

Consagrado por ser tetracampeão mundial em duas categorias diferentes de boxe, Popó já tem um vasto currículo político. Ele foi eleito suplente de deputado federal na eleição de 2010 pelo PRB, agora Republicanos, e assumiu a cadeira em Brasília de 2011 a 2015. Essa será mais uma tentativa dele para se lançar em um cargo majoritário. Em 2018, tentou ser lançado como candidato ao Senado pelo PDT. A sigla, no entanto, acabou não o escolhendo e apoiando as candidaturas dos hoje senadores eleitos Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD).

Sem o apoio do PDT, restou a Popó disputar mais uma vez o cargo de deputado federal. Obteve apenas 2.264 votos na capital baiana e não se elegeu. Sobre a passagem pela agremiação, o ex-esportista não tem papas na língua: “Estive no PDT e foi a maior decepção que tive na minha vida, naquele partido. Nunca vi tanta gente mentirosa. Tanta gente, não. Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está. Acredito que nas próximas eleições ele não consiga mais, não [se reeleger]”, vocifera.

Ainda no papo, Popó responde as críticas de internautas que o atacaram desde que se lançou como pré-candidato a prefeito. O ex-pugilista alega que teve um mandato parlamentar com baixa visibilidade e faz uma crítica ferrenha ao prefeito ACM Neto (DEM). “O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe. Só para Salvador, para ACM Neto, foram quase R$ 7 milhões para esporte e lazer. Montei um projeto para Neto em 3D, as academias embaixo de viaduto, mandei verba para isso, mas infelizmente as prioridades de Neto eram outras”, afirma.

Ainda na entrevista, ele revela as estratégias de campanha e endossa o apoio do PROS ao presidente Jair Bolsonaro.

Leia a entrevista na íntegra:

BNews – Como foram essas conversas com o PROS? Ninguém sabia que você estava filiado ao partido… 

Popó – Estou entrando no Pros. Uldurico já é um amigo meu, sobretudo em função de alguns eventos beneficentes que fizemos juntos. O Felipe Manassés já conheço há algum tempo pelo trabalho que o pai dele [Manassés] vem fazendo. É a segunda vez que a gente se encontra nessa semana. Jantamos e almoçamos ontem e ele me fez o convite. A minha vida sempre foi de desafios. Quando a gente vai par ao Legislativo, como é o meu caso, a gente não tem tanta visibilidade no Executivo. E as pessoas ficam questionando e algumas até falam mal, porque não conhecem a história do Popó político.

BNews – Exato…

Popó – Não tenho ficha suja, não tive envolvimento com nada no meu mandato de deputado federal. Mas, pelo fato de ser famoso, as pessoas queriam ver o resultado do Popó. O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe. Só para Salvador, para ACM Neto, foram quase R$ 7 milhões para esporte e lazer. Montei um projeto para Neto em 3D, as academias embaixo de viaduto, mandei verba para isso, mas infelizmente as prioridades de Neto eram outras. Ele pegou essa verba e, em vez de pegar essas verbas e destinar para onde tínhamos começado, destinou para outros trabalhos dele = e nunca me chamou nem para inaugurar onde mandei quase R$ 7 milhões.

Fora os projetos de lei que apresentei, as comissões que fui presidente e vice. Lutei muito em várias coisas, no âmbito esportivo… Coisas que as pessoas não sabem, porque a mídia, quando você é político, não tem tanto interesse em mostrar. A mídia tem interesse, e você sabe disso, em mostrar o lado negativo – um com R$ 52 milhões dentro do prédio e outro com R$ 500 mil no meio da rua, o lado negativo da política que é mais mostrado do que as coisas boas que os políticos fazem.

“O Popó deputado enviou R$ 44 milhões de emendas para a Bahia, coisa que muita gente não sabe”

Tenho potencial e um pouco experiência no lado social e cultural. Temos uma cultura muito grande em Salvador, que é o esporte. Salvador é a capital do boxe e não tem um Centro Olímpico, não tem nada. Você vê outros estados… Tem um busto meu de três metros em Santos, em um ginásio, mas aqui em Salvador nunca tive homenagem. E sempre divulguei nas minhas lutas em outros estados, que sou da Bahia. No auge da minha carreira fui patrocinado pelo Governo de Goiás. Nunca reclamei isso com a Bahia, com ninguém, nada disso. Sempre procurei fazer o meu trabalho e ajudar a minha família, ter meus trabalhos sociais. A Federação Baiana de Boxe não tinha espaço para fazer eventos de boxe, fazia dentro de um projeto social meu. Pagava tudo, dava luva para eles, tudo o que você puder imaginar. Deixava tudo pronto para eles fazerem o trabalho. A Prefeitura nunca ajudou.

Acho que [a pré-candidatura] é uma forma de a gente agregar, ajudar. Vamos fazer uma zoada boa. A gente sempre entra para ganhar, mas nunca se sabe. Até porque já tem político que está na base do governo, da prefeitura e tudo. E a gente não sabe contra o que vamos lutar. Vamos apresentar nossos projetos e que as pessoas possam acreditar e saber um pouco quem foi Popó na política. Vi alguns comentários na matéria que saiu do BNews e as pessoas não sabem [o que eu fiz]. Eu não julgo. As pessoas criticam o que não sabem. Nem julgo. Apresentei mais de 70 projetos de lei. Agora, o problema não é apresentar. O problema é ser votado. Apresentar a gente apresenta, com bom ânimo e bom gosto. São 513 deputados com cabeças diferentes.

BNews – Você atribui a sua não reeleição a não visibilidade que a classe política deu ao seu mandato?Você acha que foi boicotado? É isso?

Popó – Não digo que fui boicotado. Acho que o partido me aproveitou mal. Na época estava no PRB. Estive no… no… fiquei tão chateado que esqueci o nome do partido.

BNews – No PDT…

Popó – No PDT! Estive no PDT e foi a maior decepção que tive na minha vida naquele partido. Nunca vi tanta gente mentirosa. Tanta gente, não. Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está. Acredito que nas próximas eleições ele não consiga mais, não [se reeleger]. O povo cansou de político mentiroso nesse país. O cara, como presidente do partido, me prometeu um suporte do partido para que eu pudesse fazer uma campanha boa. Não tive suporte do partido. E aí diminuiu os votos, porque as pessoas querem ver resultados, querem ver o político na rua, os projetos e tudo mais. Nem isso a gente tinha. A gente vai aprendendo, infelizmente. Não queria nem mais política por isso. Mas, como se trata de [uma pré-candidatura ao] Executivo, acho que sou mais de executar do que legislar.

“Nunca vi um presidente tão mentiroso dentro de um partido, como Félix [Mendonça] Júnior. Não sei nem como ele está”.

BNews – Bruno Reis foi lançado pelo grupo de ACM Neto como pré-candidato oficial. Qual seria a sua estratégia para tentar barrá-lo? Ele tem a máquina de governo na mão…

Popó –  Rapaz, acho que Neto fez um trabalho muito bom. Ele [Bruno] deve seguir o que Neto fez. Algumas coisas não agradaram a população baiana. Acho que ele vai usar o mesmo discurso de Neto, pelo fato de ser sucessor. Trabalhar em cima de coisas boas que Neto fez e tentar consertar coisas que não foram feitas e deixou a desejar. Não tenho muito o que falar de Bruno Reis. Ele tem a máquina na mão, como você falou. Vai ser muito mais fácil para ele. Mas acho que Bruno Reis começou a conhecer a cidade agora. Eu já conheço Salvador de ponta a ponta. Se você me colocar em um carro, não preciso de GPS, vou para qualquer lugar. Conheço um pouco da dificuldade. Dormi no chão até os meus 26 anos. Quero somar, ajudar. Estou aí para somar em Salvador.

BNews – Vi também nas redes sociais que Felipe Manassés está envolvido na campanha. O pai dele também lançou uma pré-candidatura pelo PSD. Como ficou isso?

Popó – São partidos diferentes. Manassés é de outro partido e eu estou no PROS. Felipe é do PROS. Ele aí entra com a coerência partidária e profissionalismo do que o lado pai e filho. Felipe é muito inteligente. Vamos trabalhar juntos.

BNews – O PROS hoje é totalmente independente ou tem algum tipo de inclinação, seja para prefeitura ou governo? O PDT era aliado de Rui Costa…

Popó – Ainda não sabe. É independente, entendeu? Estão soltos. Foi o que Uldurico me falou. Não tem um rabo preso com ninguém, nem com governo ou prefeitura. A gente sai sem ninguém poder dar pitaco sobre o que pode ou o que não pode. Se vai ou se não vai. Nada disso.

“Bruno Reis começou a conhecer a cidade agora. Eu já conheço Salvador de ponta a ponta”

BNews – Já há algum diálogo sobre a vice da sua chapa?

Popó –   A gente está escolhendo aí uma vice, uma mulher, guerreira, que lute muito pelo social. Estamos ainda escolhendo. Ainda não temos nome definido.

BNews – Já tem alguma conversa sobre coligação?
Popó –
 Ainda não, porque [o convite] foi esses dias, né? Lançamos há dois ou três dias…

BNews – E na esfera nacional, em relação ao governo Bolsonaro, como você vai se posicionar?

Popó – Sei que o nosso partido é ligado a Bolsonaro e o presidente está fazendo um trabalho muito bom. Então, vamos caminhar juntos. Mas ainda não decidimos nada. Não fizemos ainda a convenção, que ainda vai ter. Vamos ter o lançamento da nossa candidatura. Faremos tudo no tempo certo.

BNews – Na última eleição você foi candidato ao Senado e acabou não acontecendo…

Popó –  Na verdade, era o que eu queria. Mas o Félix, como te falei, é a pessoa que é, voltou atrás por um acordo. Tinha uma secretaria no Estado.

BNews – Isso, caso a sua pré-candidatura não vire uma candidatura, existe a possibilidade de você sair como candidato a vereador?  

Popó – Não, não, não. Nenhuma. Continuo. Se a gente começou esse projeto, vou até o final. Se não for vontade do partido ir até o final… Vou manter até o final. Só não mantive até o final em eleições passadas porque o partido não honrou em nada o que prometeu para mim.

BNews – Antes de terminar, queria que você deixasse uma mensagem. O ano de 2019 foi bastante conturbado na política. O que você espera de 2020? Vai ser uma eleição conturbada também?

Popó – Não. Quero mostrar transparência. O pessoal me conhece, sabe de onde vim e quem sou. Sempre fui transparente nas minhas lutas e posições, na forma que eu ando e falo. Acho que a transparência é a essência de tudo.

Brasil inaugura nova base científica na Antártica nesta terça-feira

A nova estação brasileira na Antártica será inaugurada nesta terça-feira (14), em uma cerimônia que tem início previsto para as 17h (horário de Brasília). O complexo de mais de 4,5 mil m² será entregue quase oito anos depois do incêndio que destruiu a base anterior. Pesquisadores brasileiros estão há mais de três décadas no continente.

O vice-presidente Hamilton Mourão embarcou nesta segunda-feira (13) com destino à Antártica, onde será o principal representante do governo brasileiro na reinauguração. A base fica na Ilha do Rei George.

Projeto foi pensado para gerar pouco impacto ambiental

A Estação Antártica Comandante Ferraz recebeu um investimento de US$ 99,6 milhões (cerca de R$ 400 milhões), e vai conseguir acomodar até 64 profissionais do Programa Antártico Brasileiro (Proantar). Um dos destaques do novo prédio é que ele tem diversas iniciativas sustentáveis.

O arquiteto João Gabriel Rosa, do Estúdio 41, um dos responsáveis pelo projeto da estação, contou que o prédio foi pensado desde a construção para ter o mínimo de impacto ambiental possível.

“A questão da sustentabilidade está muito ligada com a responsabilidade de não intervir naquele espaço. Pensamos em diminuir o impacto da construção e da logística”, explicou ele.

Toda a estrutura usada na construção é desmontável e reciclável. Além disso, Rosa explica que todos os módulos foram feitos em contêineres fáceis de serem transportados por qualquer navio. Além disso, os acabamentos e parte da montagem da estrutura foram feitos fora da Antártica, o que diminuiu o impacto por transporte, otimizando a logística.

A questão energética também foi pensada no projeto para ser menos dependente de energias não renováveis.

Por isso, foram instalados painéis fotovoltaicos e geradores eólicos que produzem cerca de 30% da energia consumida na estação.

“Nos edifícios há eficiência energética para garantir o conforto de quem estiver lá. As paredes possuem um painel de 22 centímetros que exige menos energia para manter o local aquecido”, explica Rosa.

O projeto arquitetônico também pensou a captação da água, o tratamento de esgoto e a questão do lixo produzido pela estação.

O arquiteto João Rosa diz que a captação da água é feita em duas lagoas próximas à estação. Tanto o tratamento da água de consumo quanto o do esgoto foram planejados para gerar o menor impacto ambiental possível.

Construção mais segura

Construído em um local inóspito, o continente antártico, o complexo consegue suportar temperaturas negativas, nevascas e ventos de até 200 km por hora. A estrutura ainda tem sistemas de detecção, alarme e combate a incêndios.

Os preparativos para reconstruir a estação tiveram início ainda em 2012, com a retirada dos escombros da antiga base. Depois disso, a Marinha lançou um edital para a obra do novo complexo, que não recebeu nenhuma proposta até 2014.

Uma nova licitação foi aberta em 2015, e a empresa chinesa Ceiec foi escolhida para realizar as obras.

Como só é possível trabalhar na Ilha Rei George durante o verão antártico, que vai de outubro a março, a empresa executou a obra em diferentes etapas. Parte da estação foi preparada na China, em módulos que só foram levados e montados após o fim do inverno.

Dividida em 3 módulos

O prédio principal da nova estação brasileira é dividido em três grandes blocos, o Leste, o Oeste e o Técnico. Neles, se encontram a maior parte dos laboratórios, os dormitórios e os serviços básicos da estação, divididos desta forma:

Bloco Leste: é o bloco das pesquisas, de convivência e serviços. É onde se concentram os laboratórios. Dos 17 no total, 14 estão lá. Os outros 3 ficam em módulos separados. Além disso, é onde ficam os refeitórios, a cozinha, a ala de saúde, a sala de secagem e as oficinas.

Bloco Oeste: é uma área privada da base, onde moram os pesquisadores, além de concentrar as áreas de convívio. Há 32 quartos, uma biblioteca, uma academia e auditório. Nas partes mais baixas deste bloco estão os depósitos de mantimento e reservatórios de água.

Bloco Técnico: é onde fica o controle da rede elétrica, sanitária e de automação da estação. Também é onde está a garagem. Além disso, há uma estação de tratamento de água e esgoto, casa de máquinas, geradores, e sistemas de aquecimento, bem como um incinerador de lixo.

32 pessoas foram assassinadas na primeira semana do ano em Salvador e RMS

Duplo homicídio, feminicídio e tardes agitadas com múltiplos homicídios marcaram as ocorrências policiais de Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS), na primeira semana do ano, que compreende do último domingo (05) e sexta-feira (10). Ao todo, 32 pessoas foram assassinadas neste período.

O dia mais violento foi o domingo, com 11 óbitos, desses, apenas 23% foram na capital baiana. No quadro geral, no entanto, foi em Salvador que ocorreu a maior parte dos crimes (56%). Em relação as tentativas contra a vida, nesse período dois homens sofreram com esse tipo de crime na cidade.

Entre os casos de grande repercussão está o feminicídio no bairro da Boca do Rio, em Salvador. Rafaela Lima Souza, 22 anos, foi ferida a golpes de faca, informações preliminares dão conta que o autor do ataque foi o próprio companheiro da vítima. A relação, conforme relatos da vizinhança, era conturbada.

Na RMS, dois irmãos foram executados dentro da própria residência. Segundo informações da polícia, quatro homens armados invadiram a casa onde moravam as vítimas e dispararam contra elas. Ainda de acordo com o órgão, eles tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Um menor e dois homens tiveram os corpos abandonados em via pública no Subúrbio Ferroviário. O primeiro foi no Parque São Bartolomeu, a vítima foi sequestrada no último domingo (5), no bairro do Lobato e seu corpo foi encontrado dois dias depois no Parque. Além disso, o jovem foi apreendido no ano de 2019 suspeito de ter praticado assaltos.

Em Paripe, em baixo do viaduto, dois homens sem identificação foram encontrados com vários disparos e com traumas faciais graves.

No interior da Bahia, um crime chocou a população, um garoto de 14 anos é suspeito de matar uma criança de 12 anos no município de Entre Rios (BA). Conforme apuração da polícia, o tiro de espingarda foi acidental. Os envolvidos eram primos e a arma do crime pertencia ao tio deles.

Os crimes serão investigados pela Polícia Civil.

ITABUNA SEDIARÁ O 1º FORUM DA BAHIA DIRECIONADO PARA MULHERES EMPREENDEDORAS

 


AOS INTELIGENTES SOCIAIS🤡🇧🇷

 

 

blog do marcelo


  • Função: Auxiliar de Cobrança
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1500
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Consultor de Vendas
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1130
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Representante Comercial
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Indústria De Cosméticos Zarah Kosmetica
Candidatar

  • Função: Aprendiz
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Professor
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Assobes Ensino Superior Ltda
Candidatar

  • Função: Auxiliar Operacional
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Assobes Ensino Superior Ltda
Candidatar

  • Função: Gerente de Vendas
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Js Serviços
Candidatar

  • Função: Vendedor de Serviços
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1500
  • Empresa: Zmoc
Candidatar

  • Função: Analista de Atendimento
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1500
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Enfermeiro
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia