WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

 

 

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘RádioZap’

CDL DE ILHÉUS REALIZA 1º ENCONTRO DE MULHERES EMPREENDEDORAS

 

O 1º Encontro de Mulheres Empreendedoras de Ilhéus aconteceu nesta quarta feira (07), no auditório do Sebrae – Premier Business Center, reunindo 50 mulheres empoderadas com visão comercial aguçada, com um objetivo em comum, fortalecer  a participação do gênero dentro no contexto comercial e lojistico da cidade.

A iniciativa partiu da CDL Ilhéus, presidida por Valderico Junior, que constatou a necessidade de estimular a presença das mulheres no comércio da cidade, para que elas ganhem espaço e assumam seus papeis de liderança como representantes de classes voltadas para o comércio, de forma que possam ser vozes ativas e agentes de transformação, dentro do universo empreendedor de Ilhéus.

Para Valderico Junior, a CDL  precisa contar com empreendedoras inclusive como membros de diretoria da instituição. ” Queremos potencializar a participação efetiva das nossas comerciantes não apenas como associadas mas, e principalmente, como agentes de transformação e desenvolvimento da própria CDL”, afirmou Valderico, avaliando como produtivo o encontro desta quarta feira e sinalizando novos passos para o fortalecimento desta iniciativa a exemplo de reuniões setorizadas com os seguimentos na sede da própria CDL Ilhéus.

ELA PODE

O encontro veio para fortalecer o Núcleo de Mulheres Empreendedoras, coordenado por Ana Paula Ganem, que trouxe para Ilhéus o programa ELA PODE, com o objetivo de ampliar a participação da mulher no mundo empreendedor. Ana Paula encontrou na CDL  o apoio necessário para desenvolver a ideia dentro de Ilhéus.  “Procurei a CDL  pois vi nela o interesse de trazer mulheres para dentro da entidade de forma participativa, e o Núcleo de Mulheres Empreendedoras, juntamente com o projeto ELA PODE,  visa este empoderamento feminino dentro do comercio da cidade”, concluiu Ana Paula, que é vice presidente da Associação Comercial de Itabuna e atua no engajamento de lideranças jovens e desenvolvendo o trabalho de empoderamento feminino no viés do empreendedorismo.

por Caliana Mesquita

 
 

 

E OS DEPUTADOS DA BAHIA???? CONFIRA OS GASTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2019

DOS 513 DEPUTADOS QUE COMPÕEM A CÂMARA FEDERAL, A BAHIA É RESPONSÁVEL POR 39 CADEIRAS.

EM UM SISTEMA DEMOCRÁTICO NEM TODOS PENSAM IGUAIS, NEM TODOS ENTENDEM POLÍTICA DA MESMA FORMA. MAS NÓS, NA CONDIÇÃO DE PATRÕES, TEMOS O DIREITO E O DEVER DE SABER COMO ESTA SENDO GASTO NOSSO CAPITAL, DISFARÇADO DE IMPOSTOS, MAS QUE NA VERDADE É O QUE FINANCIA A VIDA BOA DE NOSSOS “MARAJÁS DE TERNO”.

SE O PORTAL DA TRANSPARÊNCIA AINDA NÃO É UM HABITO SEU, QUERIDO RADIOZAPEIRO, LHE CONVIDO A FAZER USO DA LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO ( Nº 12.527/2011), E NAVEGAR PELOS GABINETES VIRTUAIS DESTES POLÍTICOS DE MANDATO..

E NADA MAIS FASCINANTE DO QUE COMEÇAR ESSA “FUÇADA” PELA CÂMARA DE DEPUTADOS (https://www.camara.leg.br/) PARA QUE VOCÊ POSSA CHECAR OS NOSSOS DADOS E TIRAR SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES…

SEGUE TABELA CONTENDO VALOR GASTO, NOS ULTMOS 7 (SETE) MESES DE PARLAMENTO E O NUMERO DE PROPOSTAS APRESENTADAS E NUMERO D VEZES EM QUE SE DIRIGIU AO PLENÁRIO E FEZ USO DA PALAVRA.

 

 

GASTOS COM COTA PARLAMENTAR 1º SEMESTRE/2019
DEPUTADO FEDERAL GASTOS PROPOSTAS PARTICIPAÇÃO EM PLENÁRIO
FÉLIX MENDONÇA JÚNIOR R$ 247.999,87 24 0
PASTOR SARGENTO ISIDÓRIO R$ 105.432,55 33 43
OTTO ALENCAR FILHO R$ 115.481,33 26 8
BACELAR R$ 177.138,06 47 52
PROFESSORA DAYANE PIMENTEL R$ 151.996,42 25 9
JORGE SOLLA R$ 239.931,05 123 69
AFONSO FLORENCE R$ 203.173,90 39 45
ZÉ NETO R$ 114.550,03 60 72
ANTONIO BRITO R$ 214.317,73 23 7
ALICE PORTUGAL R$ 214.753,99 106 116
WALDENOR PEREIRA R$ 184.800,59 27 11
VALMIR ASSUNÇÃO R$ 203.786,99 79 77
RONALDO CARLETTO R$ 221.472,76 21 15
JOSIAS GOMES R$ 93.811,98
MARCELO NILO R$ 205.883,19 15 50
DANIEL ALMEIDA R$ 236.202,12 70 96
CACÁ LEÃO R$ 180.021,13 6 8
SÉRGIO BRITO R$ 93.791,50 0 0
LÍDICE DA MATA R$ 130.243,47 51 29
CLAUDIO CAJADO R$ 194.067,09 7 10
ELMAR NASCIMENTO R$ 218.756,56 17 5
ADOLFO VIANA R$ 92.134,66 12 6
MÁRIO NEGROMONTE JR. R$ 191.696,75 13 1
NELSON PELLEGRINO R$ 206.302,42 66 50
JOSÉ NUNES R$ 217.237,45 11 6
MÁRCIO MARINHO R$ 204.391,29 9 3
ARTHUR OLIVEIRA MAIA R$ 229.410,31 8 10
JOÃO CARLOS BACELAR R$ 200.881,25 24 3
JOÃO ROMA R$ 121.006,62 36 11
PAULO AZI R$ 165.907,56 20 18
JOSÉ ROCHA R$ 231.456,74 8 15
LEUR LOMANTO JÚNIOR R$ 151.070,80 10 15
ULDURICO JUNIOR R$ 244.942,16 3 3
ALEX SANTANA R$ 180.581,34 18 3
IGOR KANNÁRIO R$ 180.079,76 20 0
ABÍLIO SANTANA R$ 164.178,01 2 2
TITO R$ 158.297,67 12 19
RAIMUNDO COSTA R$ 131.690,86 18 1

ESCOLINHA DE ESPORTES LANÇA MAIS UM NÚCLEO NO TEOTÔNIO VILELA, EM ILHÉUS

O Projeto Social Residencial Desportivo Vilela , liderado pelo professor Enderson Souza, concluiu mais uma conquista. Na manhã deste sábado (03) foi inaugurado o campo provisório do projeto nas casinhas do vilela. “Colocamos 110 crianças e adolescentes pra terem seus primeiros contatos com o grama, foi lindo de vê a alegria nos olhos dessas criançada”, diz Enderson.
Com o apoio de parceiros e muita determinação, o professor conta que não foi fácil consegui este feito para comunidade, mas que a determinação, que busca passar ao seus alunos, foi a dose essencial para faze-lo chegar até o final. ” Eu tenho orgulho de ser o presidente e professor da escolinha agradeço primeiramente a Deus por todas as alegrias e conquistas dessa caminhada junto com meus amigos e todos os professores, diretores e fundadores da escolinha camisa10 RDV”, concluiu emocionado Enderson Souza, já sinalizando que em 2020 terá novidade para os jovens da comunidade. ” Janeiro também teremos, com fé em Deus, aulas de jujitsu e robótica tudo grátis para os alunos. E também, se Jesus permitir,  abriremos   outras filiais do projeto em outros bairros de Ilhéus”, informou o jovem cidadão que tem projetos grandes para a comunidade.

NOVO CANAL DO YOU TUBE TROUXE ILHÉUS COMO PAUTA PRINCIPAL E AGITOU O CENÁRIO POLÍTICO DA CIDADE

A  semana de estreia do canal do you tube RádioZap Circo Brasileiro, da jornalista Caliana Mesquita, mostrou que Ilhéus será pauta principal da programação diária deste novo veiculo de comunicação virtual. Nos seus primeiros cinco programas, intitulado Bom dia Inteligentes Sociais, a apresentadora teceu comentários fortes sobre a atual administração pública da cidade, fazendo do seu espaço, realmente o fiel retrato do seu slogam ” Olhos, ouvidos e a boca da sociedade”.

 

Além de ironizar a participação do Governador da Bahia, do Prefeito de Ilhéus e de vereadores na abertura do supermercado privado, na cidade, o programa trouxe a tona reclamações de seguidores sobre as estradas na cidade, a exemplo do Rio do Braço e da precariedade do transporte coletivo em Ilhéus, afirmando que ” Quando Ilhéus se libertar do cartel viário ela, por consequência, se libertará deste cartel político, que circula a nossa cidade”, afirmou a jornalista após apresentar imagens do estado dos ônibus em Ilhéus.

Contemplando a região cacaueira, o programa Bom dia Inteligentes Sociais, também trouxe para pauta a CEPLAC,  instituição que esta há mais de 20 anos sem ser revitalizada. Como foco da abordagem, a apresentadora relatou uma conversa que teve com o atual Diretor Geral do orgão, Guilherme Galvão, onde o mesmo afirmou que ainda este ano a CEPLAC lançará edital para seletiva, que contratará 150 profissionais, entre 65 de nível superior e 85 nível médio. A notícia foi avaliada com entusiasmo pelo seguimento de produtores, estudantes e profissionais ligados a áreas voltadas para ciência e pesquisa do cacau.

 

Os temas, abordados pela programação, seguem sugestões de seguidores, que podem enviar fotos, videos ou mesmo áudios contando problemas enfrentados pela comunidade.

 
 

Outro víeis da programação é a já tradicional cronica, iniciada no whatsaap pelo RádioZap Circo Brasileiro. Durante esta semana foi discutido também as declarações da Damares Alves ( Ministra dos Direitos Humanos, Mulher e Familia). do Presidente da República, Bolsonaro, e por fim a programação entrou em reflexão polêmica sobre Depressão e Suicídio, como contraponto aos casos que repercutiram na cidade de Ilhéus com a morte de duas pessoas vitimas de depressão, durante esta semana.

O programa Bom dia Inteligentes Sociais, acontece diariamente de segunda a sexta feira, sempre a partir das 7:30h da manhã. Inscrevam-se, curtam e deixem seu comentário.

 

Bolsonaro: ‘Se o presidente da OAB quiser saber como o pai desapareceu no período militar, eu conto para ele’

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (29) que “um dia” contará ao presidente da Ordem do Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, como o pai do jurista desapareceu na ditadura militar, caso a informação interesse ao filho.

Segundo Bolsonaro, Santa Cruz “não vai querer saber a verdade” sobre o pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, que desapareceu no período na ditadura militar (1964-1985).

O presidente deu a declaração ao comentar o desfecho do processo judicial que considerou Adélio Bispo, autor da facada em Bolsonaro durante a campanha eleitoral, inimputável (isento de pena devido a doença mental). Por isso, ele ficará em um manicômio em vez de um presídio.

Antes de falar sobre o pai de Santa Cruz, Bolsonaro criticou a atuação da OAB no caso de Adélio Bispo e perguntou qual era a intenção da entidade. Segundo o presidente, a ordem teria impedido o acesso da Polícia Federal ao telefone de um dos advogados do autor da facada.

“Por que a OAB impediu que a Polícia Federal entrasse no telefone de um dos caríssimos advogados [do Adélio]? Qual a intenção da OAB? Quem é essa OAB?”, questionou o presidente.

Sem ser questionado, Bolsonaro falou na sequência sobre o pai do presidente da OAB.

“Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar às conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco, e veio a desaparecer no Rio de Janeiro”, complementou.

Em nota de repúdio às declarações de Bolsonaro, a OAB afirmou que todas as autoridades do país devem “obediência à Constituição Federal”, que tem entre seus fundamentos “a dignidade da pessoa humana, na qual se inclui o direito ao respeito da memória dos mortos” (leia a íntegra da nota ao final da reportagem).

Disse ainda que o cargo de presidente exige equilíbrio e respeito aos valores constitucionais, “sendo-lhe vedado atentar contra os direitos humanos”. Por último, a diretoria da OAB manifestou solidariedade não só à família do presidente da entidade mas também a “todas as famílias daqueles que foram mortos, torturados ou desaparecidos” no país.

Conforme informou o colunista do G1 Matheus Leitão, o pai do presidente da OAB militou no movimento estudantil e participou da Juventude Universitária Católica (JUC), movimento da Igreja reconhecido pela hierarquia eclesiástica, e depois integrou a Ação Popular (AP), organização de esquerda contrária ao regime.

DIDA44 BSB ARAGUAIA/CARTAZ- NACIONAL – O deputado Jair Bolsonaro exibe um cartaz onde protesta contra a procura dos restos mortais dos guerrilheiros do Araguaia. Em seu gabinete no Congresso Nacional. 01/12/2004 Foto: DIDA SAMPAIO/AGENCIA ESTADO/AE

Fernando desapareceu em um encontro que teria no Rio de Janeiro, em 1974, com um colega militante, Eduardo Collier Filho, da mesma organização. Segundo o livro “Direito à memória e à verdade”, produzido pelo governo federal, Fernando e o colega foram presos juntos em Copacabana por agentes do DOI-CODI-RJ em 23 de fevereiro daquele ano.

Sobre a declaração de Bolsonaro, a diretora da Anistia Internacional, Jurema Werneck disse que “é terrível que o filho de um desaparecido pelo regime militar tenha que ouvir do presidente do Brasil, que deveria ser o defensor máximo do respeito e da justiça no país, declarações tão duras”.

A nota diz ainda que o Brasil deve adotar as medidas necessárias para que casos como esses sejam levados à Justiça e que o direito à memória, justiça, verdade e reparação das vitimas, sobreviventes e suas famílias deve ser defendido e promovido pelo Estado brasileiro e seus representantes.

‘Ato abominável’

Em abril de 2016, dias depois de aberto o processo de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a seccional da OAB do Rio de Janeiro, comandada à época por Felipe Santa Cruz, protocolou na Câmara dos Deputados um requerimento pedindo a cassação do mandato do então deputado Jair Bolsonaro por quebra de decoro parlamentar e apologia à tortura.

Na oportunidade, Bolsonaro, ao declarar seu voto favorável à abertura do impeachment, homenageou Carlos Alberto Brilhante Ustra, condenado por tortura durante a ditadura militar.

“Pela memória do Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff”, disse o então deputado ao votar pela abertura do processo.

A seccional da OAB do Rio também enviou um ofício ao então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, classificando a declaração como um “ato abonminável” e pedindo providência do Ministério Público.

Ustra foi condenado na área cível a pagar indenização por danos morais por tortura. O relatório final da Comissão Nacional da Verdade afirma que Ustra cometeu crimes de tortura e execuções.

OAB no caso Adélio

Em março, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) Néviton Guedes atendeu a pedido Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) e da OAB de Minas Gerais e suspendeu apurações sobre a suposta participação do advogadoZanone Manuel de Oliveira Júnior, que defendeu Adélio, no atentado contra o presidente.

Em dezembro, sob justificativa de tentar identificar quem estaria financiando a defesa do autor do atentado, a PF em Minas Geraiscumpriu dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao advogado.

Foram apreendidos na ocasião livros caixa, recibos e comprovantes de pagamento de honorários e de seu aparelho telefônico. Na ocasião, a OAB disse que ação da PF em locais ligados a Zanone “viola prerrogativas da advocacia”.

‘Maluco até morrer’

Bolsonaro também comentou a decisão da Justiça Federal de considerar Adélio inimputável e impor medida de segurança de internação por prazo indeterminado. O presidente e o Ministério Público Federal não recorreram da decisão e o processo foi encerrado.

Com a decisão, após análises de laudos psiquiátricos, Adélio não poderá ser punido criminalmente após facada contra Bolsonaro.

Bolsonaro explicou que, como não recorreu, Adélio será considerado “maluco até morrer”, detido em um manicômio judicial. O presidente disse desejar que Adélio revele mais informações sobre o atentado.

“Como não recorri, agora ele é maluco até morrer. Vai ficar em um manicômio judicial, uma prisão perpétua. Estou sabendo que ele está aloprando lá. Abre a boca, pô. Ah, não tem valor porque é maluco, abre a boca, pô! Quem sabe dê o fio da meada”, disse o presidente.

Nota

Leia a íntegra da nota divulgada pela diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil:

NOTA DE REPÚDIO ÀS DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

A Ordem dos Advogados do Brasil, através da sua Diretoria, do seu Conselho Pleno e do Colégio de Presidentes de Seccionais, tendo em vista manifestação do Senhor Presidente da República, na data de hoje, 29 de julho de 2019, vem a público, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 44, da Lei nº 8.906/1994, dirigir-se à advocacia e à sociedade brasileira para afirmar que segue:

1. Todas as autoridades do País, inclusive o Senhor Presidente da República, devem obediência à Constituição Federal, que instituiu nosso país como Estado Democrático de Direito e tem entre seus fundamentos a dignidade da pessoa humana, na qual se inclui o direito ao respeito da memória dos mortos.

2. O cargo de mandatário da Chefia do Poder Executivo exige que seja exercido com equilíbrio e respeito aos valores constitucionais, sendo-lhe vedado atentar contra os direitos humanos, entre os quais os direitos políticos, individuais e sociais, bem assim contra o cumprimento das leis.

3. Apresentamos nossa solidariedade a todas as famílias daqueles que foram mortos, torturados ou desaparecidos, ao longo de nossa história, especialmente durante o Golpe Militar de 1964, inclusive a família de Fernando Santa Cruz, pai de Felipe Santa Cruz, atingidos por manifestações excessivas e de frivolidade extrema do Senhor Presidente da República.

4. A Ordem dos Advogados do Brasil, órgão supremo da advocacia brasileira, vai se manter firme no compromisso supremo de defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, e os direitos humanos, bem como a defesa da advocacia, especialmente, de seus direitos e prerrogativas, violados por autoridades que não conhecem as regras que garantem a existência de advogados e advogadas livres e independentes.

5. A diretoria, o Conselho Pleno do Conselho Federal da OAB e o Colégio de Presidentes das 27 Seccionais da OAB repudiam as declarações do Senhor Presidente da República e permanecerão se posicionando contra qualquer tipo de retrocesso, na luta pela construção de uma sociedade livre, justa e solidária, e contra a violação das prerrogativas profissionais.

Brasília, 29 de julho de 2019

Diretoria do Conselho Federal da OAB

Colégio de Presidentes da OAB

Conselho Pleno da OAB Nacional

 

ASSAÍ ILHÉUS: “Cheguei a pensar que estava sendo inaugurada uma obra pública”, diz jornalista em estréia de canal no youtube

Na estreia do canal RádioZap Circo Brasileiro, no YouTube, a jornalista Caliana Mesquita, trouxe a tona as entrelinhas do evento de inauguração do SuperHipermercado Assaí Atacadista, onde de forma autentica e independente teceu críticas sobre o “marketing político” realizado em Ilhéus, em cima de uma obra privada.

“Em Ilhéus o evento mobilizou tantas autoridades que cheguei a pensar que estava sendo inaugurada uma obra pública e que os produtos das prateleiras seriam distribuídos gratuitamente para a população”, argumenta a jornalista em tom irônico ao se referir a presença do Governador da Bahia, Rui Costa, do Prefeito Mario Alexandre e da bancada de vereadores da cidade, que tentaram fazer da abertura do supermercado um evento politiqueiro, com o objetivo nítido de acobertar a ausência de ações efetivas no desenvolvimento de Ilhéus.

Em outro trecho do programa, Caliana Mesquita, faz questionamento sobre o porque que este evento levou tantas autoridades a quererem ser “pais da criança”, visto que a finalidade do empreendimento é comercial. ” Seriam as 400 vagas propostas pela empresa? Mas estas vagas seguirão o critério da meritocracia ou das cartinhas de indicação?”, questiona a apresentadora jogando para o público a reflexão sobre a ausência de empreendimentos na cidade que contemplem a extensa lista de profissionais formados que estão desempregados em busca de campo para depositar seus conhecimentos.

A jornalista, que tem uma longa trajetória na comunicação política regional, pretende levar diariamente assuntos ligados a política local, buscando trazer reflexões a que contribuam para uma ampla análise sobre temáticas que interferem na construção social de nosso sistema. O canal segue com programação diária, com vídeos postados de segunda a sexta feira, sempre as 7:30h, pelo canal RádioZap Circo Brasileiro. Se inscrevam, curtam e compartilhem vale a pena acompanhar o que vem por ai.

Assista ao vídeo na integra:

 
fonte :http://www.novaisnoticias.com.br/v1/2019/07/29/assai-ilheus-cheguei-a-pensar-que-estava-sendo-inaugurada-uma-obra-publica-diz-jornalista-em-estreia-de-canal-no-youtube/

POLÍCIA MILITAR PROMOVE MUTIRÃO SOCIAL NO TEOTÔNIO VILELA

Durante esta quarta feira (17) o Comando da 70ª CIPM/Ilhéus-Zonas Norte/Oeste, através do 2º Pelotão PM, baseado no bairro do Teotônio Vilela, da Cidade de Ilhéus, em parceria com a Prefeitura e por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e o CRAS (Centro de Referência e Assistência Social/Vilela), promoveu o Mutirão Social fornecendo diversos serviços a comunidade do bairro.

Foram realizadas emissões de documentos, cadastro no Bolsa Família, Cadastro Único, Vacinação, Aferição de Pressão Arterial, apoio jurídico através da Defensoria Pública, distribuição de vagas para cursos profissionalizantes EAD e conclusão do ensino médio pelo SESI, Exames rápidos para controle da Glicemia e IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis), serviços da EMBASA, serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Programa Criança Feliz, Cartão do Idoso, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Passe Livre (Pessoa com deficiência e idoso), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), serviços do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) com orientações e informações sobre Violência Doméstica e a sobre a Lei Maria da Penha, Palestra sobre a Saúde Mental (desenvolvida pela Sd PM Soélia, da 70ª CIPM), apresentação de atividades de cultura e arte, além de proporcionar um “Espaço Kids” para as crianças, com distribuição de doces e brinquedos, doados por comerciantes locais.

O evento “Mutirão Social” é uma forma de trazer a comunidade para perto da Polícia Militar, demonstrando que a cidadania e a parceria entre PM e sociedade, podem trazer excelentes resultados.
Se fizeram presentes ao evento, o Prefeito da Cidade de Ilhéus, Dr. Mário Alexandre,  a Coordenadora da Defensoria Pública, Drª Cristiane, o Ten Cel PM Rivas Queiroz de Souza Júnior, Comandante da 70ª CIPM, a Cap PM Elane Myles, Subcomandante da 70ª CIPM, o Cap PM Hugo Veloso, Comandante do 2º Pelotão PM da 70ª CIPM/Teotônio Vilela, a Srª Denildes Santos, Coordenadora do CRAS/Teotônio Vilela, assessores municipais, bem como o ST PM Rivelino Vilas Bôas e o Sgt PM Manoel Santos, que fazem parte do corpo administrativo do 2º Pelotão PM da 70ª CIPM/Teotônio Vilela.

fonte: Ascom 70 CIPM

Pesquisadores da Ceplac buscam parcerias internacionais para proteger cacaueiros da monilíase

Desenvolver cacaueiros mais resistentes às doenças e mais produtivos, sem deixar de lado a qualidade do fruto, é uma das missões cumpridas há mais de cinco décadas pela equipe do Centro de Pesquisa do Cacau (Cepec), um dos pilares da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Depois de se destacar na produção de variedades de clones tolerantes à vassoura-de bruxa, doença causada por um fungo que apodrece o fruto do cacau e que devastou a região cacaueira da Bahia no final da década de 80, o centro de pesquisa intensificou o trabalho de melhoramento genético preventivo para combater uma nova enfermidade: a monilíase.

Nos últimos 7 anos, devido ao crescimento da ameaça da entrada monilíase no Brasil, o Cepec tem concentrado os esforços na identificação de genes que sejam resistentes ao fungo Moniliophthora roreri, causador da doença.

A praga já ocorre em vários países da América Central e do Sul, incluindo os que fazem fronteira com a Região Norte do Brasil. O temor dos produtores brasileiros aumentou quando a doença foi identificada em 2012 na Bolívia, que faz fronteira com Acre, Mato Grosso e Rondônia, que atualmente é o terceiro maior produtor de cacau no Brasil.

A teoria mais recente é de que monilíase é originária da Colômbia e demorou cerca de 100 anos para dar o primeiro salto para outro país, o Equador. Mas esse tempo de deslocamento de um país para outro está reduzindo a cada ano.

“Quando a monilíase chegou no México, em 2005, e na Bolívia, em 2012, acendeu o sinal de alerta no Brasil muito forte. Nós estamos extremamente preocupados”, diz Uilson Lopes, pesquisador em Genética Quantitativa e Melhoramento de Cacaueiro do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec), na Superintendência da Ceplac em Ilhéus, na Bahia.

A monilíase ataca os frutos do cacaueiro em qualquer fase do desenvolvimento. A doença produz um pó branco com bilhões de esporos no entorno do fruto. Estes esporos podem ser levados de uma planta para outra por meio do vento, da chuva, insetos, animais silvestres e também pelo homem.

A preocupação aumentou depois que análises preliminares dos geneticistas constataram que os clones de cacaueiro mais plantados na Bahia são tolerantes à vassoura-de-bruxa, mas não estão entre os que têm genomas mais resistentes à monilíase.

“A monilíase causou problemas sérios nos países onde ela chegou. Eu visitei a região da Costa Rica que foi afetada por essa doença e lá a lavoura foi totalmente dizimada. A doença é tão grave, produz tantos esporos, que eles cortaram o cacau e hoje não tem nada”, completa o pesquisador.

Em outros países, como o Equador, a monilíase provocou perdas de até 90% dos frutos. No Peru, a doença afetou de 40% a 50% da produção; na Colômbia, o impacto foi um pouco menor, de 30% a 40%.

Intercâmbio científico

Como a doença não existe no Brasil, os pesquisadores brasileiros têm estreitado o contato com estudiosos de países vizinhos para garantir o andamento da pesquisa e fazer os experimentos locais.

A equipe da Ceplac trouxe clones tolerantes à monilíase que já apresentaram bons resultados em outros países e começou a introduzir as fontes de resistência à praga para formar populações-base de flores de cacau. Cerca de 200 clones resistentes à monilíase estão sendo testados em sete fazendas brasileiras (seis na Bahia e uma no Espírito Santo).

Também há mudas plantadas na área de campo da Ceplac, em Ilhéus. Os pesquisadores ainda pretendem identificar se os melhores clones brasileiros, já resistentes à vassoura-de-bruxa, também são tolerantes à monilíase.

“Nós fizemos um trabalho forte com outros países aqui para evitar que a doença chegue aqui. Nós temos dois estudantes do México fazendo doutorado aqui conosco justamente para gente aprender sobre a doença. Eles estão fazendo treinamento aqui e ao mesmo tempo estamos nos preparando”, diz Lopes.

A Ceplac enviou este ano outro estudante do Equador para o Peru para estudar como é a infecção e transmissão do fungo. E para selecionar os melhores clones também tem feito parceria com instituições da Costa Rica, da Austrália e da Europa, como o Cirad, organismo francês de pesquisa agronômica e cooperação internacional para o desenvolvimento sustentável das regiões tropicais e mediterrâneas.

“Nós tivemos que mandar material para a Austrália para sequenciar o genoma e saber quais dessas plantas têm o gene de resistência à monilíase, porque nós não temos a doença e não podemos introduzir a doença aqui”, explica o pesquisador.

Como o cacaueiro é uma planta perene, os experimentos com os novos clones devem apresentar resultados mais consolidados sobre o nível de produtividade nos próximos três ou quatro anos. O pesquisador ressalta que a Ceplac fará a recomendação aos agricultores para produção em larga escala somente depois de confirmada a viabilidade e segurança das novas variedades clonais para a região.

 

Histórico

O programa de melhoramento genético de cacau começou na Ceplac em 1964, com a introdução de plantas de cacaueiros de áreas silvestres da Amazônia ou que se destacavam em outros países, como Costa Rica, Equador e Trinidad e Tobago, pela boa performance em produção de frutos, pela alta resistência a doenças ou por apresentar outras características, como qualidade das amêndoas.

   “O foco desse programa ao longo dos anos é basicamente gerar plantas ou variedades, que, às vezes, chamamos de clones, ou de híbridos, de alta produção e resistentes a doenças”, explica Lopes.

O geneticista relata que as primeiras variedades híbridas foram liberadas pela Ceplac para o agricultor em 1966. A partir do final da década de 80, quando as lavouras de cacau da Bahia começaram a ser devastadas pela vassoura-de-bruxa, o centro de pesquisa passou a desenvolver variedades de clones para combater a nova enfermidade.

“A Ceplac conseguiu subir a produção de cacau na Bahia de 100 mil toneladas por ano para cerca de 400 mil toneladas por ano. Essa região produzia 90% do cacau do Brasil, mas a vassoura chegou aqui e nós caímos para o mesmo nível de 35 anos atrás”, relata.

De 1995 a 2018, a Ceplac recomendou para plantio cerca de 50 clones, que passaram por ensaios nos laboratórios e nas fazendas de produtores de cacau da região. Os clones mais novos são o “Cepec 2176” e o “Cepec 2204”, que apresentaram resultados satisfatórios com relação à produtividade de frutos e resistência à vassoura-de-bruxa. Além do controle genético, a Ceplac também desenvolveu o fungicida biológico chamado Tricovab.

O biodefensivo é produzido a partir de um fungo que apresentou 97% de eficácia no controle da vassoura-de-bruxa. Para controlar a monilíase, a Ceplac já está analisando, em parceria com outros países, métodos de controle biológico para o combate ao novo fungo.

fonte: Ministério da Agricultura  

 

RádioZap CBN parabeniza Ilhéus por 485anos de políticas de “pão e circo”🤡🇧🇷

RádioZap Crônicas: O Pensamento Roussoriano!!!

O homem nasce bom, a sociedade é que o corrompe. O homem em seu estado natural é um ser puro, desprovido de quaisquer formas de corrupção. Contudo, através do seu convívio na sociedade ele adquire novas “necessidades”, e com elas, surgem novos desejos que objetivam ser realizados. Através do convívio social o homem torna-se um ser degradado e decompõe suas estruturas. O homem cria novas necessidades, surgidas através do convívio em sociedade, e assim sendo, deseja satisfazê-las. Desta forma, passa a agir em função destas necessidades.

Por mais caótico e defeituoso que o sistema político se encontre, ele estará presente na vida cotidiana da sociedade. Politica é cidade, cidade do povo, como bem define sua origem grega. E não podemos ironizar tal conceito, pois ele é bem isso mesmo.

A política que conceituamos por trás dos livros e das falácias rebuscadas de palanque, aflora a essência do “politicamente correto” que não é o ético. Porque ética é como um cilindro, depende do seu ponto de vista. O que é ético para uma pessoa pode não se encaixar na ética da empresa. Ética é conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade. Mas quem pode julgar a ética medica, senão os médicos? A ética da imprensa, senão os jornalistas? A ética do direito, senão os juristas? E a ética da Política, senão…. O Povo?

#ficadica. O nobre filosofo Rousseau já dizia “A soberania pertence ao povo, que livremente deve transferir seu exercício ao governante”.

https://www.facebook.com/radiozapcbn/ 

por Caliana Mesquita

AOS INTELIGENTES SOCIAIS🤡🇧🇷

 

 

 

 

 

blog do marcelo


  • Função: Consultor de Vendas
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Chocosul Distribuidora Ltda
Candidatar

  • Função: Representante Comercial
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Maxxi Suprimentos
Candidatar

  • Função: Supervisor de Vendas
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$2318.86
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$1264
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Promotor de Vendas
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Arta Fenix
Candidatar

  • Função: Técnico de Enfermagem do Trabalho
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Prev-Metra
Candidatar

  • Função: Podólogo
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Sampés Podologia
Candidatar

  • Função: Analista de Logística
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Gertec
Candidatar

  • Função: Analista de Pessoal
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: R$2000
  • Empresa: Rp3 Combustiveis
Candidatar

  • Função: Recepcionista
  • Cidade: Ilhéus
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Confidencial
Candidatar

Powered by SINE


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia